Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
spot_img

Os últimos dias do sistema

Publicidade

Eles são uma fera ferida fatalmente, aleijados de morte, estão atordoados, atiram em todas as direções e, tal como um animal moribundo pressentindo o fim, andam em círculos sem já saber muito bem o que fazer.

Os ferimentos são a corrupção, os interesses instalados, o querer se governar a si e aos seus antes de governar para o povo. A fera ferida é o sistema, um sistema podre com duas faces, uma que promete e outra que esquece, um sistema composto de compadrios, de estruturas que precisam de ser alimentadas, um sistema que se alterna no poder faz quase 50 anos.

Um sistema que troca lugares e nomeações por favores, que hipoteca o país em proveito próprio, uma porcaria de sistema que leva gerações de portugueses a emigrar e depois deixas as portas escancaradas para que qualquer um entre por aí.

Uma fera, um monstro que abandonou o interior, destrói as pescas, desmontou o Serviço Nacional de Saúde, boicotou a educação para tornar o povo ignorante e complacente. Enquanto isso o monstro engole quantidades desmesuradas de impostos, anunciando ao mesmo tempo reduções destes mas criando milhares de taxas e taxinhas que irão suportar outros tantos tachos.

Mas o seu tempo está no fim, os portugueses estão fartos, os portugueses não querem mais do mesmo, os portugueses já sabem que PS e PSDois são a mesma coisa, já sabem que a esquerda socialista e social democrata não são a resposta a nada, mais não são que a resposta aos seus próprios interesses.

Confesso que algo em mim acordou quando vi mais um Primeiro Ministro socialista a abandonar em desgraça o cargo, e como eu, milhões de portugueses, agora não podemos mais ficar parados, não podemos mais ficar em casa e deixar o futuro deste país ser destruído pelas mãos destes seres.

Ainda o pó não assentou e já a campanha na rua começou, os primeiros a mostrar presença com cartazes foram o CHEGA, o PCP e o PAN. A reação do sistema não se fez esperar, atacou de imediato a sua maior ameaça, enquanto a propaganda dos seus compinchas de esquerda ficou incólume atacaram outdoors e cartazes do CHEGA.
Mesmo sabendo ser ilegal, o sistema não pensou, reagiu e atacou, tentou censurar, mas não vai ganhar. A vontade do povo português, historicamente pacifica, mas determinada, vai tirar esta gentalha do poder.

O velho e moribundo sistema ainda esperneia e com os seus coices tenta derrubar a sua maior ameaça, resta-me o conforto de saber que o seu estertor final será a 10 de Março.

Votos de um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo!

Julio Alves
13/12/2023

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_imgspot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide