Sexta-feira, Setembro 30, 2022
spot_img

Tiro de Partida

1- A apresentação de João Trocado como candidato do PS a Presidente da Câmara da Póvoa de Varzim coloca a primeira peça no puzzle das autárquicas de 2021. Não se pode falar em surpresa, uma vez que, como por aqui tínhamos aventado, na aparente impossibilidade de retirar a câmara ao PSD, factor que afasta candidatos com outra notoriedade e impacto, a escolha do líder concelhio local, pessoa da terra, jovem, e com capacidade e conhecimento político adequados, seria a aposta mais provável. A possibilidade de lançar um nome para um projecto que não se esgota nestas autárquicas também é perspectiva não despicienda, embora o reverso da medalha seja a possibilidade de um mau resultado eleitoral acabar desde já com uma carreira política longamente planeada.

2- O PSD nacional, em jeito de quase inconfidência, avançou com o apoio a Aires Pereira, ainda antes de o Presidente de Câmara em exercício assumir oficialmente a sua recandidatura. Embora no caso da Póvoa não tenha havido ruído público sobre a matéria, muitos outros presidentes da câmara em exercício que viram a sua recandidatura apresentada por entreposta pessoa e sem o seu assentimento prévio, manifestaram o incómodo de não serem donos do seu tempo político. Ninguém que pode estar na posição de Presidente de Câmara quer ser prematuramente despromovido a candidato a Presidente de Câmara.

3- Mais interessante do que a batalha das pessoas é a das ideias. As prioridades políticas apresentadas pelo PS no lançamento da sua candidatura são: a rede de transportes na Póvoa, a habitação, a sustentabilidade ambiental e uma nova alocação de recursos no orçamento municipal (deixando de lado as obras faraónicas e renovando a aposta nas pessoas). Simultaneamente, lembra-se a luta travada pelo reforço do investimento no Hospital da Póvoa e o combate ainda em curso para que a população poveira possa determinar livremente o seu mapa de freguesias.

4- Por outro lado, ainda que tenha sido um documento elaborado com contributos individuais, entre muitos outros, de elementos do PS, a apresentação de um Plano Estratégico para uma década em ano de eleições não pode deixar de ser reveladora das intenções de quem gere actualmente os destinos do Concelho. Nesse sentido, as principais ideias da candidatura de reeleição do actual Presidente da Câmara não diferirão muito das prioridades apresentadas nesse documento, que se estrutura em quatro eixos: coesão social, vitalidade económica, sustentabilidade ambiental e cooperação institucional, externa e digital.

5- Com uma campanha autárquica que previsivelmente ainda será condicionada pela pandemia, o tradicional porta-a-porta terá uma presença mais reduzida, ou mesmo nula, se as coisas não evoluírem no sentido desejável nos próximos meses. As redes sociais adquirirão um papel ainda mais proeminente nesse cenário. A renovada direção do PS loca tem conseguido comunicar a sua mensagem de forma cada vez mais eficaz por essa via, forçando o PSD a também elevar a qualidade da sua comunicação nesses meios.

Os dados estão lançados.

ARTIGOS DE OPINIÂO DE:

0 POSTS0 COMENTÁRIOS
5 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
6 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
31 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
3361 POSTS0 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_imgspot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide