Sábado, Julho 20, 2024
spot_img
- Publicidade -spot_img

Ponte de Fão com trânsito condicionado durante oito meses

- Publicidade -spot_img

A partir de hoje, a circulação na ponte metálica de Fão, em Esposende, vai passar a ser feita de forma alternada devido a obras de reabilitação daquela travessia sobre o rio Cávado.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal (IP), a responsável pela obra, a circulação vai ser regulada por semáforos, sendo que o condicionamento deverá prolongar-se por oito meses. A circulação pedonal, esclarece da IP, “será sempre garantida por um dos passeios” da ponte.

A reabilitação da ponte de Fão, na EN13, foi consignada em junho, envolvendo um investimento superior a 2,4 milhões de euros. A intervenção engloba a reabilitação da estrutura metálica do tabuleiro e dos aparelhos de apoio, a reabilitação dos sete pilares e o alteamento dos guarda-corpos metálicos do passeio. Inclui ainda a substituição das guardas de segurança e respetivas fixações, a reabilitação de pilares, encontros e muros em alvenaria e a impermeabilização e repavimentação do tabuleiro.

Numa primeira fase, aproveitando o verão, foram já feitos os trabalhos subaquáticos de dragagem e limpeza dos pilares.

Agora, vão decorrer os trabalhos de reabilitação da estrutura propriamente dita. A ponte de Fão, recorde-se, foi inaugurada em 1892. Em 1986, o IPPAR (Instituto Português do Património Arquitectónico) classificou-a como imóvel de interesse público por ser o único exemplar, em Esposende, da arquitetura industrial. É uma ponte com um comprimento total de 278 metros e seis metros de largura.

- Publicidade -spot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide