Sábado, Junho 22, 2024
spot_img
- Publicidade -spot_img

Horticultores alvo de furtos avaliados em milhares de euros

- Publicidade -spot_img

Desde dezembro do ano passado que os agricultores da Póvoa de Varzim e de Esposende têm vindo a sofrer furtos que resultaram em prejuízos de milhares de euros em produtos hortícolas. Os ataques são sempre noturnos, altura em que os trabalhadores já abandonaram os campos e não há qualquer tipo de vigilância.

O presidente da associação Horpozim, em declarações à Onda Viva, mostrou-se preocupado com o nível de requinte da possível rede de assaltantes. Manuel Silva disse ter a certeza de que os criminosos roubam as toneladas de legumes para revenda e não para consumo próprio. O horticultor aconselha sempre aos lesados a efetuarem a devida queixa às autoridades competentes, não apelando assim à violência. No entanto, compreende que os agricultores possam vir a fazer justiça “com as próprias mãos”, devido à situação extrema, que se tem vindo a repetir nos últimos meses. O receio de mais casos está a levar a que se pondere a criação de piquetes para vigiar as explorações durante a noite.

João Costa, um dos afetados, ficou sem 1.500 kg de cebola (na fotografia, o campo após o roubo) da primeira cultura deste ano que iria dar lucro, algo retirou por completo o possível ganho. Num campo próximo, Gilberto Alves, outro produtor lesado, ficou sem meia tonelada de couve coração e algumas batatas, resultado numa perde de cerca de um milhar de euros. A GNR confirmou que recebeu as denúncias, mas, por agora, não há suspeitos identificados. Os seguros não cobrem estes prejuízos e alguns proprietários estão mesmo a ponderar investir em segurança e alarmes.

- Publicidade -spot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide