Terça-feira, Fevereiro 27, 2024
spot_img
- Publicidade -spot_img

Empréstimos vão pagar obras em curso

- Publicidade -spot_img

A Câmara de Vila do Conde anunciou que a reunião do executivo desta quinta-feira fica marcada pela deliberação sobre a contração de dois empréstimos bancários, ambos no valor 1 milhão de euros.

Recorda a autarquia que “esta decisão é tomada no seguimento do que já foi tornado público em data recente, atenta a evolução das receitas municipais, o agravamento de encargos correntes de funcionamento, na incapacidade anterior de atrair mais fundos comunitários e, de um modo particular, pelo elevado nível de compromissos transitados e assumidos no mandato passado, que impedem uma gestão adequada da vida municipal e impossibilitam muitas das medidas que foram projetadas”.

Assegura a edilidade que os empréstimos, no valor total de 2 milhões de euros, “destinam-se a financiar os valores remanescentes por liquidar de duas das empreitadas em curso, concretamente o Centro Comunitário das Caxinas e a Remodelação e Ampliação do Bairro do Farol, que tiveram índices baixíssimos de comparticipações comunitárias (destinadas apenas a espaços exteriores), sendo que, no caso do Bairro do Farol, é incompreensível que a empreitada não tenha integrado a Estratégia Local de Habitação, com um financiamento que poderia chegar aos 100%”.

O município acrescenta em comunicado que “será também contraído outro empréstimo de 1,5 milhões de euros, para cômputo do nível dos fundos disponíveis e suprimento das muitas dificuldades de tesouraria, que foram precisamente criadas pela citada situação inusitada de assunção de um número invulgar e elevado de compromissos, que transitaram para o ano de 2022, e que criam, como é óbvio, um grande e indesejado bloqueio na normal condução dos assuntos municipais e no desenvolvimento das políticas que foram compromissadas com a população vilacondense”.

Foi revelado que, no “próximo mês de abril, a situação será reavaliada em função dos números emanados da prestação das contas municipais de 2021, altura em que o Executivo Municipal tomará as medidas que entender por mais convenientes e que vão ao encontro dos superiores interesses dos Vilacondenses”. Os empréstimos serão sujeitos também à ratificação da Assembleia Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide