Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
spot_img
- Publicidade -spot_img

Dia da morte do antigo diretor do Colégio D. Nuno

- Publicidade -spot_img

29 de novembro, nesta data, mas em 1887 nascia na Póvoa de Varzim Aurélio Martins de Faria que se ordenou sacerdote aos 21 anos e depois de ter passado pela Universidade de Coimbra foi prior na Póvoa e diretor do Colégio D. Nuno. Foi também um dos fundadores na cidade do Corpo Nacional de Escutas e, como realça o historiador Jorge Barbosa, no “Póvoa de Varzim /Boletim Cultural” a “ele se deve o padrão da independência, ereto na praça do Marquês de Pombal, com desenho da sua autoria” E acrescenta; foi um “sacerdote exemplar e muito esmoler, estava sempre pronto a acudir qualquer aflição de que tivesse conhecimento, fazendo-o quase sempre, anonimamente. Educou e orientou moralmente centenas de jovens da nossa terra e realizou, ensaiou e encenou algumas peças de teatro juvenil, que levou à cena, como «Jovens cativos» e «andaluma».

Foi o protótipo do bom escuteiro, do bom educador, do bom cidadão e do bom amigo de todos, conhecidos ou desconhecidos, particularmente dos pobres e dos necessitados, procedendo sempre como o Bom Samaritano da parábola bíblica. A sua forte personalidade foi sempre respeitada por todos os que com ele privavam e mesmo por todos que apenas o conheciam”. Faleceu em 1972. O nome do Padre Aurélio Martins de Faria está numa artéria residencial da parte sul e nascente da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_imgspot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide