Sexta-feira, Setembro 30, 2022
spot_img
- Publicidade -spot_img

Dia da morte de poveiro ilustre

- Publicidade -spot_img

23 de novembro de 2021, hoje passam 48 anos da morte de Admário Ferreira um poveiro que depois de ter estado emigrado no Brasil regressou à sua terra natal,  fundou a livraria Académica e foi o diretor de “O Banhista” e “O Banhista Informador” (semanário poético, humorístico e noticioso, que depois apareceu como quinzenário, com saída irregular e mais frequente no Verão), isto durante 13 anos, como recorda no “Póvoa de Varzim Boletim Cultural” (volume XXVII), o historiador Jorge Barbosa (já falecido). Admário Ferreira publicou, em 1924/1925 “A Bibliográfica” (arquivo e divulgação de toda a publicidade em língua portuguesa) e, ao longo da vida, Admário Ferreira publicou também livros de versos: “Suspiros” (1911), “Os tristes rebentos” (1918), “Folhas Outoniças” (1956), “Escrínio de cem beijinhos” (1957), “Juninhas”(1962), “Tufo de violetas”, “Saquinhos de amêndoas” e “Tigela de amoras” (1964).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_imgspot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide