Sábado, Junho 22, 2024
spot_img
- Publicidade -spot_img

Correntes d’Escritas prometem voltar à Póvoa no próximo ano

- Publicidade -spot_img

Fechou ontem, na Póvoa de Varzim, a 25.ª edição do Correntes d’Escritas – Encontro de Escritores de Expressão Ibérica. No encerramento foram entregues os prémios literários: o Prémio Casino da Póvoa foi para a mexicana Fernanda Melchor com “Temporada de Furacões”. O Prémio Literário Correntes d’ Escritas Papelaria Locus foi para o conto “O Piano” de Carlos Matos, aluno da Escola Secundária José Gomes Ferreira (Lisboa).

O Prémio Fundação Dr. Luís Rainha foi para “Porque da Neblina não Caem Lágrimas”, de Gisela Cristina Ribeiro da Silva.

Já o Prémio Literário Luís Sepúlveda, destinado a premiar um conto infantil ilustrado elaborado por alunos do 1.º Ciclo, foi para “Vitória, vitória…”, do 4º A da Escola Básica José Manuel Durão Barroso, Armamar. O 2.º lugar foi para “O segredo do Leão”, do 4º ano da Escola Básica de Rates.

A festa da literatura tem ainda mais uma mesa de debate, amanhã, no Instituto Cervantes, em Lisboa. Depois, é um até para o ano.

(Fotografia: José Carlos Marques CMPV)

- Publicidade -spot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide