Sábado, Dezembro 3, 2022
spot_img

Autárquicas (os resultados)

  1. Os poveiros, assim como os portugueses, escolheram no passado dia 26 de Setembro os seus representantes nos diversos órgãos do pode local. Se a nível nacional a noite foi marcada por algumas surpresas, não se pode dizer que o mesmo tenha sucedido na Póvoa de Varzim.
  2. O panorama político que resultou das Autárquicas de 2021 é aparentemente muito semelhante ao que existia no mandato anterior. Nas eleições para a Câmara Municipal, o PSD conseguiu renovar o mandato dos seus 7 vereadores. Já no PS, João Trocado e Ilda Cadilhe substituirão José Milhazes e Miguel Fernandes. Na Assembleia Municipal, no lado direito do espectro político, a Iniciativa Liberal e o Chega conseguiram pela primeira vez eleger um representante, enquanto PSD e CDS perderam um mandato cada um. À esquerda, PCP e BE mantiveram o seu representante, o PS recuperou um deputado municipal, enquanto o PAN desapareceu do mapa autárquico da Póvoa de Varzim.
  3. As principais novidades acabaram por surgir em eleições para Assembleias de Freguesia. Na Estela, a LEI, lista independente encabeçada por Vítor Correia, conseguiu finalmente, depois de quatro tentativas, destronar o PSD, que liderava a Junta da Estela desde 1989. Em Aver-o-Mar, Amorim e Terroso, naquela que terá sido a maior surpresa da noite, a lista independente encabeçada por Carlos Maçães (UAAT), que tinha o apoio do PSD, perdeu a maioria absoluta com que governava essa agregação desde 2013. Comparado com 2017, a UAAT obteve a confiança de menos 823 eleitores, enquanto Joaquim Vilar (PS), que em 2013 obteve 1690 votos e em 2017 não se tinha candidatado, com 2228 votos, ficou a pouco mais de 300 de conquistar a segunda agregação de freguesias mais populosa do concelho da Póvoa, vencendo nas freguesias de Amorim e Terroso. O CHEGA, com 406 votos, terá um representante na Assembleia de Freguesia, que será determinante para viabilizar, ou não, as escolhas que o Presidente da Junta eleito fizer para o seu executivo. Ricardo Silva (PSD) viu o eleitorado poveiro reforçar a sua maioria, enquanto o Partido Socialista perdeu 700 votos e um dos seus 5 eleitos na Assembleia de Freguesia de Póvoa de Varzim, Beiriz e Argivai. Merece ainda realce a eleição de um representante da IL e outro do CHEGA. O CHEGA conseguiu ainda eleger um representante em cada uma das outras Assembleias de Freguesia, com excepção da Estela e de Balazar, sendo mesmo a segunda força política mais votada para a Assembleia de Freguesia de Rates. O BE e o PCP continuarão com um representante singular na Assembleia de Freguesia de Póvoa de Varzim, Beiriz e Argivai. Comparando com 2017, o PCP não elegeu em Laúndos e o BE deixa de estar presente nas Assembleias de Freguesia de Aver-o-Mar, Amorim e Terroso e Aguçadoura e Navais. Não terá deixado de influenciar este desfecho o facto de o PS, ao contrário do que sucedeu na eleição passada, ter conseguido apresentar listas próprias nestas agregações. Onde acabou por não haver surpresa foi em Balazar. De forma mais tranquila do que o esperado, mas com a taxa de participação mais alta do concelho, o PSD derrotou a lista CABEM e José Araújo renovou o seu mandato.

Na próxima edição passaremos para as interpretações.

ARTIGOS DE OPINIÂO DE:

0 POSTS0 COMENTÁRIOS
5 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
6 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
31 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
1 POSTS0 COMENTÁRIOS
0 POSTS0 COMENTÁRIOS
Avatar photo
3883 POSTS0 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_imgspot_img
Password protection
Enter Password To Unlock This Content
The Password is: 123
Unlock content
Want to collect
more emails?
Learn 10 of the most effective list-building power mover and grow your list fast.
Download the FREE guide